22/09/2014

Para meditar

22/09/2014 Repita os avisos Leitura: Gálatas 1:6-10 Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho. —Gálatas 1:6 “Cuidado! Final da passarela de pedestres. Cuidado! Final da passarela de pedestres.” Se você já usou uma passarela automática para pedestres num aeroporto, já ouviu este tipo de anúncio inúmeras vezes. Por que nos aeroportos este anúncio é repetido várias vezes? Para garantir a segurança e protegerem-se de responsabilidades no caso de alguém se ferir. Os alertas repetidos podem ser chatos, mas têm o seu valor. Na realidade, o apóstolo Paulo pensava que repetir um aviso era tão vital que se utilizou desse recurso no texto de Gálatas. Mas a sua declaração teve mais valor do que o perigo de tropeçar no aeroporto. Paulo os alertou a não dar ouvidos nem acreditar nele ou num anjo do céu se anunciassem qualquer outro evangelho além daquele que eles tinham ouvido (1:8). No versículo seguinte, o apóstolo repetiu o alerta. Era um aviso que merecia ser repetido. Os gálatas haviam começado a acreditar que a salvação deles dependia das boas obras, não do verdadeiro evangelho: fé na obra de Cristo. Temos o privilégio e a responsabilidade de compartilhar o evangelho de Jesus — Sua morte, sepultamento e ressurreição para o perdão de pecados. Quando apresentarmos o evangelho, compartilhemos que o Cristo ressurreto é a única solução para o problema do pecado. Apenas um caminho leva ao céu — Jesus Cristo é o caminho.

Sem comentários:

Enviar um comentário