05/10/2014

Para meditar

Luz filtrada Leitura: 2 Coríntios 4:1-12 …Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração… —2 Coríntios 4:6 A pintura chamada “A Trail of Light” (Um rastro de luz) do artista americano Bob Simpich retrata um bosque de álamos com folhas douradas iluminadas pelo sol de outono. As folhas mais altas são brilhantemente iluminadas enquanto que o solo sob as árvores é uma mistura de luz solar e sombra. O pintor declarou sobre esse contraste: “Não posso resistir à luz filtrada que atinge o chão do bosque. Esse visual tece uma mágica especial.” O apóstolo Paulo escreveu aos seguidores de Jesus em Corinto, “Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo” (2 Coríntios 4:6). Paulo descreve a realidade da vida: “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos” (vv.8,9). Há momentos em que parece que a luz da face de Deus é ofuscada devido à nossa dificuldade, tristeza ou perda. Entretanto, mesmo nestas escuras sombras podemos ver provas de Sua presença em nós. Se caminhamos sob luz filtrada, podemos vir a redescobrir que a luz de Deus — Jesus — está sempre brilhando em nossos corações. Em circunstâncias obscuras, a luz de Deus permanece brilhando em nossos corações.

Sem comentários:

Enviar um comentário