15/11/2013

O amigo que nunca nos deixa

O Amigo que nunca nos deixa Há dias, que por alguma razão que não sabemos exactamente qual, deixamo-nos cair em algum erro, ou mesmo que pensemos que conseguimos ir até um determinado ponto sem correr risco algum, finalmente descobrimos que não conseguimos evitar o risco, e é tarde de mais para apagar o erro que cometemos. E o pior ainda, é quando sentimos que falhámos de alguma forma, que temos a consciência que realmente pecámos contra Deus. Hoje senti esse risco na pele. E chego a um ponto, que não sei mesmo o que dizer-lhe, e então penso que mais vale não reconhecer o nosso erro, e tentar escondê-lo nas profundezas dos nossos pensamentos é a melhor opção. Ou pelo menos, assim parece. Mas, na verdade, acaba-se por descobrir que por mais que tentemos esconder isso, a consciência de que realmente errei contra Deus nunca passa. E então, acabo por descobrir que, afinal de contas, apesar de não sermos perfeitos, Deus quer que compartilhemos tudo com Ele. E meu querido amigo Deus sabe tudo, ainda que queiras atirar esse tudo para as profundezas dos teus pensamentos, ainda que queiras esconder o teu segredo que pensas que só tu sabes. Deixa-me dizer-te uma coisa. Ele viu, Ele sabe, Ele conhece, e Ele sabe como te sentiste depois de teres errado. Mas, também é verdade que Ele nos ama com um amor incondicional, de tal forma que Ele veio à terra, rebaixou-se de tal forma que se fez homem, permitiu-se ser humilhado, permitiu-se morrer na cruz pelos nossos pecados. E hoje, Jesus Cristo está à direita de Deus Pai à procura de pessoas que venham entender o que Ele fez por nós. E é por causa disto que eu tenho hoje a oportunidade de ser perdoado pelos meus erros. Depois de o ter aceite, há um ano e alguns dias, eu errei e muito em muitas coisas. E sei que, quando me arrependo verdadeiramente e lhe digo os erros que cometi com a minha boca, Ele é fiel para me perdoar os pecados. "Se Confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." I João 1:9 Eu tenho a certeza disto no meu coração, e tenho esta certeza porque Deus inspirou o seu servo a deixar isto escrito para mim, para todos nós é esta verdade. Depois disto, fui ouvir uma música que diz assim, colocando em Português de Portugal: "De braços abertos quero-te receber, Filho eu estava à tua espera, Tu para mim és tudo o que eu sonhei um dia, Eu te amo." É tão bom sentir isto no coração. que Deus se importa comnosco, que Deus nos ama e, principalmente, que através do meu Senhor e salvador Jesus Cristo, eu sou chamado de filho de Deus. Mas isto só se aplica se eu aceitar Jesus na minha vida. Só me arrependo de não ter conhecido Jesus mais cedo... E melhor é também é ouvir isto. "De braços abertos estava à tua espera". Às vezes não tens quem te possa dar um abraço, às vezes não tens quem te possa dizer sinceramente "eu te amo". Mas Deus está pronto para te receber, está pronto para te abraçar, e está pronto para dizer-te "coloca tudo nas minhas mãos, põe a tua vida nas minhas mãos e eu posso ajudar-te a mudar o que está errado".

Sem comentários:

Enviar um comentário